Food News Latam - Empresa vai investir 30 milhões em construção e operação de hubs de cloud kitchens

 

facebook  Twiter  GooglePlus In Youtube

Empresa vai investir 30 milhões em construção e operação de hubs de cloud kitchens

Brasil Procesos / Envases

A Steam Cloud Kitchen vai construir e operar no próximo ano cinco hubs multiplataformas para abrigar restaurantes destinados exclusivamente ao delivery online. A primeira unidade, que terá as obras iniciadas em breve, começará a operar em março, no Tatuapé, na Zona Leste de São Paulo. As demais estão previstas para Brooklin e Santana, na Capital, e duas na região do ABC, em Santo André e São Bernardo.

Estas serão apenas as primeiras. Nos próximos quatro anos, a Steam planeja um total de 30 cloud kitchen (literalmente, cozinha na nuvem), com um investimento estimado em R﹩ 30 milhões.

Empresa do grupo Suprainvest Participações e Empreendimentos Ltda, a Steam deverá ser a primeira operação multiplataforma, criada para atender qualquer aplicativo de delivery, oferecendo completa infraestrutura operacional e administrativa para funcionamento de até 10 restaurantes em cada hub. "Nosso conceito é que o dono restaurante se preocupe apenas com a produção dos seu cardápio e deixe o resto com a gente porque cuidamos de tudo", afirma Eduardo Dias, diretor da Steam. O gerenciamento do hub inclui, por exemplo, desde segurança e monitoramento até o controle de normas da vigilância sanitária, com acompanhamento de nutricionista. "O tempo que se perderia com assuntos administrativos e questões burocráticas pode ser melhor empregado, inclusive, para criar novos pratos e ampliar a oferta aos clientes", explica Eduardo Dias.

Entre outros benefícios do hub, ele menciona: baixo investimento inicial e menor custo operacional, aumento da eficiência da entrega dos pedidos, facilidade de expansão das vendas para clientes de novas regiões, maior possibilidade para experimentação de novas marcas e cardápios, recebimento de todos os pagamentos por meio eletrônico e modelo de multiplataforma aberto a todos os aplicativos que estão ou surgirem no mercado. Este será um diferencial importante para o restaurante porque poderá atender um conjunto maior de clientes, sem restrição.

O conceito cloud kitchen surgiu na Índia e, rapidamente, se tornou um sucesso em vários países. Sua origem está relacionada com a busca de solução para a crescente demanda do mercado de delivery de comida online no mundo. Segundo estudo divulgado pelo banco UBS, este mercado tem apresentado uma taxa de crescimento anual de 20% e poderá movimentar globalmente U﹩ 365 bilhões até 2030. No Brasil, de acordo com a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), o mercado já estimado é de R﹩ 11 bilhões.

Para atender cada vez mais clientes que começam a fazer pedidos pelo aplicativo, os restaurantes precisariam ampliar sua capacidade de produção, mas nem sempre dispõem dos recursos para os investimentos necessários. As cozinhas compartilhadas vieram para resolver este problema, do dono de restaurante com bom desempenho, negócio bem estabelecido, potencial de crescimento, mas sem condições financeiras para pensar em uma ampliação e expandir a entrega para outras regiões.

A Steam representa a possibilidade de alavancar o segmento de delivery, sem a necessidade de investimentos significativos. Dependendo do modelo de contrato, é possível ter uma cozinha funcionando com um custo mensal a partir de R﹩ 6,5 mil mensais, incluindo aluguel, IPTU e condomínio, com a ampla gama de serviços oferecidos. Além disso, o custo operacional é bem menor do que o de um restaurante convencional porque não há salão nem serviço de garçons.

Suscribase Newsletter semanal food

ING  CARN 

PAN z CON  

Nuevos Productos

 

BetaVia
     Exberry logo PP
  image002Beneo logo
   Logo BC30Logo Wellmune
   Rousselot Peptan
     Agropur Logo
Logo Tomra
|