Food News Latam - Lodo do esgoto vira adubo orgânico em Botucatu

 

facebook  Twiter  GooglePlus In Youtube

Lodo do esgoto vira adubo orgânico em Botucatu

Brasil Agricultura

Um projeto inovador desenvolvido na Unidade de Negócio do Médio Tietê da Sabesp de Botucatu desde o final do ano passado venceu o 8º Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Ambiental e Sustentável. O projeto transforma lodo de esgoto em adubo orgânico. O sistema de secagem e compostagem colabora para reduzir os impactos ao meio ambiente. O processo diminui a emissão de gases do efeito estufa, a utilização de aterros sanitários e os gastos para o descarte dos resíduos. 

A Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp (FCA) de Botucatu acompanha de perto a transformação do lodo em adubo com o objetivo de estudar o process

UNESP Lodo adubo organico Botucatu

o. Segundo o professor do Departamento de Solo e Recursos Ambientais, Roberto Lyra Villas Boas, a parceria proporciona o entendimento, análise e uso do lodo.

“A Unesp tem o objetivo de estudar todo esse processo. Entender, desde a geração, quantidade gerada e todo o processo de transformação desse material em adubo orgânico de interesse na área agrícola. Nós temos paralelo a esse projeto um outro financiado pelo órgão da Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo (Fapesp), que tem o objetivo de estudar isso para várias finalidades. Um para uso agrícola, outro para a produção de substrato e também a parte econômica, quanto custa a geração desse material? O uso dele. Tudo isso faz parte de pesquisa da universidade.”

Lyra ressalta que no campo de estudo é importante observar os benefícios que essa transformação vai trazer para a cidade. “Todo esse material é transformado em adubo orgânico ao invés de ir para o aterro sanitário. Isso também é objeto de pesquisa.”

A responsável técnica e gerente de controle sanitário da Sabesp, Ana Lúcia Silva, lembra que o professor Lyra foi a primeira pessoa a propor fazer compostagem com lodo para uso na agricultura. “Na época não tinha esse equipamento. Ele fazia a compostagem tradicional. Fez vários testes aqui. Ele acha que tem muita coisa para trabalhar nesse processo voltado à agricultura.”

Ela explica que anteriormente a Unesp fez uso do lodo de esgoto com o plantio de árvores na cidade de Botucatu. “Eles acordaram com a prefeitura e plantaram árvores em um determinado local da cidade. Algumas plantas receberam o lodo e outras não. Tiveram ótimos resultados. As árvores que receberam o lodo cresceram mais do que aquelas que receberam adubo normal. A Unesp tem esse papel, pesquisar.”

A universidade está avaliando quais os possíveis usos do lodo de esgoto. “Na forma como está e recebendo outros produtos. Nele é possível agregar outros produtos. Por exemplo, se um laranjal precisar de mais magnésio, nós podemos agregar ao lodo para fazer o adubo.” Segundo ela, o lodo de esgoto contém todos os micros nutrientes que podem ser colocados em um adubo artificial. “Pouca gente sabe que no esgoto é possível encontrar sais de ouro. Isso é para chamar atenção. Na verdade o lodo de esgoto tem todos os micros nutrientes necessários para o desenvolvimento de uma planta.”

 

Derechos Reservados
© Se permite la total o parcial reproducción del contenido, siempre y cuando se reconozca y se enlace el artículo con la fuente de información utilizada.
Fuente: Food News Latam® www.foodnewslatam.com

 

 

Suscribase Newsletter semanal food

ING  CARN 

PAN z CON  

Nuevos Productos

 

BetaVia
     Exberry logo PP
  image002Beneo logo
   Logo BC30Logo Wellmune
   Rousselot Peptan
     Agropur Logo
Logo Tomra
|